Quais as formas de ingresso na UFOB?

 Para estudar na UFOB, existem muitas possibilidades: 

Sistema de Seleção Unificada – SISU – é o sistema informatizado, gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC), pelo qual instituições públicas de educação superior oferecem vagas a candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As vagas ofertadas pela UFOB nesse processo seletivo são distribuídas em categorias, dentre as quais os/as candidatos/as ao se inscreverem devem observar se atendem a todos os requisitos exigidos para a categoria escolhida. Saiba mais aqui.

 

Vagas residuais – é o preenchimento de vagas ociosas para estudantes de graduação da UFOB e de outras instituições, portadores de diploma e professores de cursos de licenciatura. São seis modalidades, elencadas abaixo.

 

  1. Reopção: mudança de curso de graduação do estudante regularmente matriculado na UFOB, a partir do segundo semestre e que não apresente situação de reprovação por faltas e/ou abandono;

 

  1. Reingresso: aceitação de estudantes da UFOB, diplomados ou concluintes, que pleiteiam nova titulação em outra modalidade ou outro curso de graduação;

 

  1. Ingresso de profissional do Magistério da Educação Básica (IPMEB): aceitação de professores que atuam na Educação Básica, exclusivamente, para os cursos de licenciatura da UFOB;

 

  1. Reintegração: para estudantes que perderam o vínculo com a UFOB e desejam retornar ao mesmo curso de graduação;

 

  1. Transferência externa: vagas destinadas aos estudantes de outra instituição de Educação Superior, vinculadas a curso de graduação autorizado pelo MEC ou pelos Conselhos Estaduais de Educação;

 

  1. Ingresso de Portador de Diploma: aceitação de diplomado por outra IES em curso de graduação autorizado pelo MEC ou pelos Conselhos Estaduais de Educação para obtenção de nova titulação ou modalidade de graduação oferecido pela UFOB.

 

Programa de Estudante Convênio da Graduação (PEC-G) -  processo seletivo coordenado pelo Ministério de Relações Exteriores, destinado a cidadãos de países em desenvolvimento com os quais o Brasil mantém acordos educacionais e culturais. Acesse aqui mais informações.

 
Last modified on Sexta, 03 Janeiro 2020 14:56
Back to Top